O mundo nunca mais foi o mesmo depois da criação de aplicativos e sua popularização. Provavelmente, você utiliza uma série deles para otimizar as suas atividades e o seu dia a dia. No entanto, no caso das empresas, os aplicativos corporativos são uma forma de gerenciar projetos, pessoas e processos, bem como de lucrar mais oferecendo mais comodidade aos seu público-alvo.

E não são apenas as grandes lojas de varejo da internet que se beneficiam deste tipo de solução: cada vez mais as micro e pequenas empresas têm investido na tecnologia como um diferencial de mercado. Então, se você está procurando um modo de turbinar o seu negócio, esta pode ser a solução. Veja como a seguir!

App na vida de consumidores

É preciso estar presente na vida dos consumidores. E nada mais recorrente na sua rotina que o seu celular. Os aplicativos proporcionam mais comodidade na hora de comprar, realizar pagamentos, pesquisar produtos e serviços, realizar encomendas ou reservar horários, no suporte e atendimento e em várias outras necessidades do público.

Assim, quando uma empresa investe em aplicativos dinâmicos e inteligentes, está investindo, na verdade, em uma experiência gratificante para a sua clientela, oferecendo em um só lugar uma série de recursos e vantagens, que trazem lucratividade e diferenciação no mercado.

Era da experiência

Além disso, estamos vivenciando a era da experiência, onde mais que adquirir um produto ou serviço, o consumidor busca uma experiência diferenciada, de valor, com utilidade e que faça a diferença em seu dia a dia.

Um aplicativo é algo que consegue integrar diferentes funções e expandir a experiência do cliente, oferecendo vantagens para ele e mais lucratividade para a empresa. Além disso, permite que o seu negócio esteja mais próximo do seu público, fazendo parte do seu cotidiano.

Na rotina organizacional

Em suma, uma empresa pode investir na criação de aplicativo para a sua rotina interna. É fato que há muitos aplicativos e ferramentas prontas no mercado que podem trazer mais produtividade e desempenho.

Contudo, ao criar um aplicativo próprio, é possível ter em mãos uma ferramenta exatamente conforme as suas necessidades, com mais integração e customização.

Integração para todas as áreas

Todas as áreas produtivas e rotinas da empresa podem ser beneficiadas pelo uso de um aplicativo corporativo. Isto é, na gestão de pessoas e equipes – seja em tarefas funcionais ou rotinas burocráticas, como é o caso da marcação eletrônica de ponto, por exemplo – na força de vendas, no trade marketing, em emissão de documentos – como nota fiscal, ordem de serviço e outros – em gestão de projetos, entre outras rotinas.

criação de aplicativo

Para as empresas, os aplicativos são importantes, pois integram informações que podem ser acessadas em tempo real, o que permite a melhor tomada de decisão ou resolução de problemas.

Além disso, se integram com outros sistemas utilizados pela organização. Assim, por estes e outros motivos, é uma importante ferramenta, que coloca o seu negócio pareado com a transformação digital.

O que considerar na criação do aplicativo?

Contudo, a priori, há alguns pontos a se considerar na criação de aplicativo próprio:

1) Crie o seu aplicativo corporativo ou para atendimento e vendas com especialistas na área

Isto é, há um grau de complexidade e tecnologias que precisam ser compreendidas no desenvolvimento desta solução. Além disso, esta é a especialidade da Azimute Startup – veja mais neste link.

2) Tecnologia compatível

Também certifique-se que a tecnologia a ser empregada seja compatível com os sistemas já usados pela organização. Ou seja, isso evitará custos adicionais e possíveis erros no futuro.

3) Prefira empresas especializadas em aplicativos que tenham suporte efetivo

Este item é muito importante e um diferencial da Azimute. Em destaque, o aplicativo precisa funcionar 7 dias na semana e 24 horas por dia, e principalmente durante o uso do cliente ou de seus colaboradores. Deve ainda ter suporte que resolva questões de forma ágil.

4) Além disso, a interatividade é um fator principal

É possível criar aplicativos com muitos recursos interativos, como leitura de códigos (de barra ou QR Code), captura de imagens, assinaturas, gestão e impressão de documentos, coordenadas, etc.

5) MEAP

Uma dica é optar pela tecnologia Mobile Enterprise Application Platform (MEAP), pois ela pode rodar tanto em Android como em iOS e também permite certas tarefas off-line.

6) Tenha um orçamento definido

Isso poderá impactar bastante em seu projeto. A boa notícia é que a criação de aplicativos é um investimento acessível.

7) Pense em pessoas

O ponto de partida de qualquer projeto de aplicativo são os usuários, isto é, pessoas. É preciso fazer sentido e que tenha o propósito de facilitar a rotina.

8) Invista em segurança de dados

É a grande preocupação das empresas atualmente. Na criação de aplicativos, fale com especialistas sobre as principais tecnologias e protocolos de segurança.

Veja também: Loja Virtual: ainda não tenho uma. O que fazer?

Então, gostou das dicas sobre criação de aplicativos? Deixe um comentário a seguir e compartilhe estas informações em suas redes sociais. Siga a Azimute Startup no Instagram!